quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Microchip Implantado Na Pele Será Obrigatório Nos EUA Em 2013 !


Notícia afirma que o Presidente dos Estados Unidos Aprovou lei que obriga o uso de microchip implantado na pele até 2013. Será que essa história é real? Veja o que descobrimos!
Em abril de 2012, a notícia começou a circular via e-mail, pelas redes sociais e por blogs e sites: O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama aprovou uma lei que obriga que seja implantado um microchip em cada um dos norte-americanos!
microchip implantavel
Microchip implantável sob a pele!
A intenção do líder daquele país seria, segundo o texto, a de ajudar a controlar a saúde do povo. A notícia ainda afirma que a manobra seria “uma desculpa para muitas outras coisas como, por exemplo, controlar o ser humano”.
O texto também compara o novo microchip à Marca da Besta mencionada na Bíblia[bb]. Segundo a notícia, igualmente ao que está escrito no livro sagrado, ninguém poderá comprar ou vender sem essa marca (ou sem o microchip, no caso).
Será que essa história é verdadeira ou farsa?
O texto tem todas as características de um bom boato virtual:
  • Não cita fontes confiáveis
  • É confuso e incoerente
  • Aproveita-se do emocional do leitor
  • Pede para ser repassado
  • Possui tom conspiratório
Apenas como exemplo, vamos pegar um trecho da “notícia”:
Obama aprovou a implantação de microchip nos EUA como reforma sanitária para  2013.  (em abril)
De onde o autor tirou essa notícia? Qual é o numero da lei? Em que dia a lei foi aprovada?
Não sabemos! Isso não foi informado pelo autor do texto…
O E-farsas buscou no Google sobre a tal lei aprovada, mas foram encontradas apenas blogs e sites que copiaram o mesmo texto. Procurando em sites de jornais online como o Estadão e a Folha de São Paulo, também não encontramos nada a respeito.
Uma notícia desse porte, que irá mexer com a vida de toda a população dos EUA, teria que sair em algum veículo[bb]de comunicação. Ou não?
Algumas publicações citam um documento da FDA (Food and Drug Administration) como sendo a prova da tal lei aprovada por Barack Obama. O documento, em PDF, é apenas uma normatização para o uso de microchips implantáveis. Não tem nada a ver com leis.
Microchip estaria sendo implantada sob a pele
Microchip estaria sendo implantada sob a pele!
Procurando por “microchip” no site da Folha de São Paulo, encontramos essa noticia de 2007, falando sobre um grupo de cientistas americanos que estava estudando a possibilidade de armazenar dados médicos em microchips que seriam implantados sob a pele dos pacientes. Porém, na própria notícia, o repórter explicava que o procedimento não estaria isento de riscos. O sistema, que poderia melhorar “a segurança e a eficácia” dos tratamentos, poderia trazer problemas de saúde ao paciente, pois como os chips são muito pequenos, poderiam se deslocar no interior do corpo humano. Além disso, os aparelhinhos subcutâneos poderiam sofrer interferências eletromagnéticas externas que atrapalhariam (ou não) as leituras dos dados.
Também encontramos um artigo interessante no site Diário da Saúde sobre o trabalho da equipe do Dr. Bernhard Wolf, na Universidade de Munique – Alemanha – que criou um chip com um sensor que pode ser implantado próximo a um tumor, detectando suas possíveis alterações. Alemanha, não nos Estados Unidos.

As imagens e mais do mesmo

As fotos usadas nas diversas versões desse texto são as mesmas mostradas numa corrente antiga, de 2004. Já pesquisamos aqui no E-farsas a corrente do Mondex, um microchip que estaria sendo implantado no pulso e/ou na testa dos humanos e (adivinhem) ninguém poderia comprar ou vender a não ser através do diminuto dispositivo.
Até hoje, 7 anos depois, o suposto Mondex ainda não apareceu…
Algumas publicações ainda acrescentam vídeos de programas vespertinos de língua espanhola falando sobre o tal microchip implantável, mas como não foram apresentadas nenhuma prova nas matérias, fica o dito pelo não dito!

Conclusão

Não há nenhuma lei obrigando aos norte-americanos o uso do microchip. História falsa!

Sites citados



Nenhum comentário:

Postar um comentário